Municípios e estado devem unir esforços em medidas para viabilizar o retorno das aulas presenciais em Mato Grosso e mitigar os prejuízos que a crise sanitária trouxe ao ano letivo 2020. O assunto foi debatido nesta terça-feira (17) na Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), com a participação do presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga, e o presidente da seccional da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime), Eduardo Ferreira.

Durante o encontro foram apresentadas as diretrizes que compõem o Protocolo Pedagógico elaborado pelo Governo do Estado para a volta às aulas, prevista para fevereiro de 2021. Entre as estratégias que devem ser adotadas estão o uso de tecnologias digitais, estrutura de formação continuada, censo sorológico e transferência de recursos para as unidades escolares.

A proposta é que algumas dessas medidas, como acesso à plataforma Google for Education e a as capacitações dos docentes, sejam estendidas aos municípios por meio de parcerias.

O presidente da AMM avaliou positivamente a postura do secretário, Alan Porto, em estreitar o diálogo com os municípios. Ele afirmou que as redes estadual e municipais não podem trabalhar de forma independente. “Não há possibilidade de o estado retomar as aulas presenciais sem um acordo com o município. Quem faz o transporte dos alunos do estado é a prefeitura”, reforçou.

Fraga também sugeriu que a Seduc inicie o alinhamento dessas medidas com as atuais gestões, com a assinatura de termos de cooperação e convênios, para que sejam colocadas em execução no início do próximo ano.

Uma reunião deve ser agendada para janeiro com os novos secretários municipais de educação para aprofundar o diálogo com a pasta.

Alan Porto ressaltou que pretende manter uma relação próxima com os municípios, através da AMM. “Quero reafirmar que a Seduc pretende manter o diálogo com a Associação e a Undime, que estarão sempre na nossa agenda” garantiu.

Fonte: AMM

Aconteceu no dia 30 de outubro em nosso município a II Conferência de Avaliação do Plano Estadual de Educação - CONAPEE/2017 - Etapa Municipal, com o objetivo de avaliar, revisar e adequar o Plano Estadual de Educação ao Plano Nacional de Educação com vistas a elaboração de metas e estratégias para o próximo decênio.

Todos os Profissionais da Educação da Rede Municipal e Estadual de Ensino participarão do Evento. A Comissão Organizadora Municipal, foi composta por membros representantes das instituições/segmentos previstos no Regimento Interno, sendo: Secretaria Municipal de Educação, Assessoria pedagógica da SEDUC, representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, representante dos Estudantes, representante de pai/mãe ou responsáveis, representante do Conselho Municipal de Educação.

A conferência foi coordenada em conjunto pela Assessora Pedagógico (rede estadual) no Município e pela Secretária Municipal de Educação que teve a responsabilidade de presidir o evento e promover a indicação de um delegado para participar da Etapa Estadual da CONAPEE/2017 que está prevista para acontecer de 22 a 25 de novembro em Cuiabá-MT.

Prof. Nivaldo Mariano Canedo

Coordenador da Comissão da II Conferência - Etapa Municipal

cetaA economia brasileira dá sinais de recuperação, e as reformas trabalhista e a da Previdência devem garantir a retomada econômica do País. A avaliação foi feita pela presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos, durante seminário no Rio de Janeiro.

Segundo notícias veiculadas na imprensa, Maria Silvia reforçou a necessidade de aprovação dessas reformas para incentivar a retomada do emprego e a sustentabilidade das contas públicas. Na visão dela, os sinais de recuperação econômica são consistentes, mas será necessário realizar reformas para garantir a saída da recessão.

Como exemplos dos sinais de retomada, a presidente do BNDES adiantou que as aprovações da Finame, uma linha de crédito para financiamento de máquinas e equipamentos, subiram 32% nos primeiros três meses do ano frente a igual período do ano passado.

Além disso, os projetos de infraestrutura subiram 25% nesse mesmo período e os desembolsos do Progeren, um programa de financiamento de capital de giro, cresceram 345% no primeiro trimestre.

Maria Silvia enfatizou, de acordo com as publicações, a importância da reforma da Previdência nesse contexto, afirmando que o limite de gastos públicos, aprovado no ano passado, não irá se sustentar sem a alteração nas regras de aposentadoria.

Atualmente, a reforma da Previdência está sendo analisada por uma comissão especial da Câmara dos Deputados. O novo texto apresentado ao colegiado propõe a adoção de uma idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres acessarem ao benefício.

A presidente do banco de desenvolvimento aproveitou o seminário para enfatizar a importância de investimentos na área de infraestrutura, gestão e produtividade no contexto da retomada do crescimento econômico.

Fonte: Portal Brasil

Número de abstenções se manteve em patamares de eleições anteriores, mesmo durante pandemia

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu a apuração dos votos do primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 às 23h55 deste domingo (15). O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, destacou que o número de abstenções no pleito deste ano se aproximou dos índices de eleições anteriores. Além disso, o ministro ressaltou que o aprimoramento dos mecanismos eleitorais é e continuará sendo constante.

O ministro lamentou o adiamento no processo de totalização e divulgação dos resultados, provocado por um problema técnico. Para Barroso, objetivamente, a única consequência desse problema foi o atraso de pouco menos de três horas na divulgação dos dados, sem qualquer risco para a integridade do sistema e para a transparência dos resultados.

Barroso enfatizou, ainda, que um dos dados mais relevantes das eleições deste ano, realizada em meio a uma pandemia, foi o índice médio de abstenção de pouco mais de 23%, número pouco superior ao registrado nas Eleições Gerais de 2018.

“Queria cumprimentar, de coração, o eleitorado brasileiro que compareceu em massa, apesar das circunstâncias. Efetivamente, conseguimos fazer com que tudo acabasse bem, com resultados no mesmo dia, fidedignos e todos auditáveis e conferíveis”, lembrou.

Durante a entrevista, o presidente do TSE ainda destacou a importância de continuar aperfeiçoando os sistemas eleitorais, principalmente, as urnas e as formas de divulgação de resultados.

“Tudo na vida pode ser aperfeiçoado ao longo do tempo. Mas, lembramos que, em nenhum país do mundo, no mesmo dia de uma eleição, você pode divulgar o resultado na mesma noite. Isso continua sendo extraordinário em uma das maiores democracias do mundo”, destacou.

Fonte: TSE

altAntecipando o Dia das Mães que aconteceu no dia 14 de maio de 2017, a nossa comunidade escolar comemorou a festa no dia 12 com um grande almoço para homenagear as mães.

Adireção da escola estima que mais de cento e cinquenta mães se fizeram presentes ao evento.A festa teve início às 8:00 com a Secretária de Educação Profª Lúcia Moreira Nogueira Pissolato saudando a todas as mães presentes seguindo-se da Coordenadora Pedagógica, Simone Bento de Resende, que assumiu os trabalhos dando sequência à programação.

Antes do almoço as mães foram homenageadas com lindas poesias e teatro apresentado pelas turmas Pré-I e Pré-II da Escola Municipal Pingo de Gente. Os alunos do 1º ao 5º ano da Escola Municipal Padre Humberto Angeloni, também realizaram apresentações homenageando-as.

Por fim a Professora Marine, do 2º ano, emocionou a todos os presentes com uma bela canção.Muitas das mães emocionaram-se com as homenagens e não eram poucas as que deixavam lágrimas escorrerem pelo rosto.

Após as apresentações o almoço foi servido ao som de música com temas sobre as o dia das mães.Além de todos os funcionários e professores, os alunos também fizeram a diferença na organização do evento, colaboraram com a confecção das lembrancinhas.

Confira as Imagens das Apresentações